Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

CULTURA

Instituto Histórico de Passo Fundo comemora 65 anos

O Instituto Histórico de Passo Fundo (IHPF) comemorou 65 anos de fundação e dois anos de inauguração da sede Dr. Carlos e Celina Madalosso, na noite da última segunda-feira (13), onde ocorreu a cerimônia. O presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Rigon (PSDB), representou o Legislativo.

Desde 2013, o historiador e empresário Fernando Borgmann Severo de Miranda ocupa a presidência do Instituto. Em seu pronunciamento, ele salientou que o IHPF chega aos 65 anos renovado, mas com os mesmos princípios e objetivos que nortearam a criação. “Ampliamos o campo de ação buscando parcerias com o mundo acadêmico, em especial a UPF, e com a comunidade e juntos estamos obtendo significativos avanços”, afirmou.

A solenidade teve a participação do presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, Miguel Frederico do Espírito Santo. Empossado como membro do IHPF, ele salientou que comemorar 65 anos é um marco na trajetória de uma instituição cultural. “Sendo uma instituição privada, sem fins lucrativos e que depende do esforço de seus colaboradores, porque não recebe verbas públicas, nos enche de profunda satisfação, participar como membro do Instituto”, enalteceu.

Rigon destacou que o casal Dr. Carlos e Celina Madalosso foram os protagonistas do prédio onde está localizado o IHPF. “A história se faz assim, vocês deixam um legado para Passo Fundo nestes 65 anos de história e memória do Instituto Histórico”, relatou.

Também prestigiaram o evento os parlamentares Alex Necker (PCdoB) e Patric Cavalcanti (DEM), além do secretário de cultura do Município, Carlos Henrique Fonseca.

 

Sobre o Instituto Histórico

O Instituto Histórico é a instituição de guarda e preservação histórica mais antiga do município e o Instituto, no ramo, com maior longevidade ainda em funcionamento no interior do estado.

Idealizado pelo jornalista Jorge Edeth Cafruni, o IHPF foi criado por interessados na cultura local e regional, para reunir informações sobre o 1º Centenário de emancipação de Passo Fundo, que ocorreu em 1957. 

Inicialmente foi constituído por jornalistas, advogados, fotógrafos, promotores, vereadores, médicos, comerciantes, bancários, corretores de imóveis, religiosos, radialistas, farmacêuticos e o prefeito municipal. Ele também teve como presidente, o juiz da comarca e diretor da Faculdade de Direito de Passo Fundo, Carlos Galves.

Com o intuito de estimular, auxiliar e propor medidas que assegurem os estudos históricos de Passo Fundo, o IHPF tornou-se um polo atrativo de acervo que foi e continua sendo confiado pela população. São documentos, livros, objetos, fotografias, de diversas proveniências e períodos. O acervo reúne mais de 15 mil páginas de documentação.

O IHPF é composto por sete categorias de sócios, efetivos, colaboradores, pesquisadores, licenciados, correspondentes, honorários e beneméritos. Durante a celebração foram empossados os novos associados efetivos, colaboradores, pesquisadores, e correspondentes do Instituto.

Entre as ações desenvolvidas pelo IHPF está a publicação de livros e o projeto “Museu a Céu Aberto”, em parceria com o Arquivo Histórico Regional, que apresenta o Cemitério da Vera Cruz como um espaço de memória, além de exposições e reuniões abertas em sua sede.

 

 

Foto: Comunicação Social/Câmara de Vereadores