Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

MEIO AMBIENTE

Canudos de alumínio ganham espaço na comunidade

Como forma de alinhamento às causas relevantes para a população de Passo Fundo, as pautas que tratam do meio ambiente são tratadas com prioridade no Parlamento. Um exemplo recente foi a aprovação de um Projeto de Lei, que prevê a redução do consumo e distribuição de canudos plásticos em Passo Fundo ao mesmo tempo em que propõe a substituição por outros, produzidos com material biodegradável e/ou reutilizável, de autoria do vereador Alex Necker (PCdoB).

Instituída como lei municipal, a ideia começa a ganhar reforço no trabalho de conscientização junto à comunidade. Na última quarta-feira (5), foi celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente com diversas menções feitas durante a Sessão Plenária por alguns parlamentares, como o presidente da Câmara, Fernando Rigon (PSDB), e Alex, que, em fala na tribuna, comentou sobre uma visita que recebeu nesse dia sobre este trabalho de conscientização.

Trata-se do Rotaract Universitário, um clube de serviço que reúne cerca de 21 membros oriundos de instituições de ensino superior do município. A equipe elaborou uma campanha de produção e comercialização de canudos de alumínio, fomentando a discussão sobre o consumo responsável. Os membros aproveitaram a data para visitar o Legislativo e apresentar a Alex o material, além de falar sobre a legislação municipal que trata do assunto.

“A ideia surgiu a partir de um diálogo com amigos de outras regiões do Brasil. Em diversos locais as pessoas estavam utilizando canudos de alumínio ou produzidos com material biodegradável, evitando o consumo de canudos plásticos. Decidimos, então, trazer o projeto para Passo Fundo”, explicou Ricardo Quevedo, representante do Rotaract Brasil e integrante do Rotaract Universitário.

O presidente do Rotaract Universitário, Cristofer Domeneghini, ratificou que o clube realizou diversas pesquisas de preço e qualidade até chegar ao material que está sendo oferecido. “Conseguimos vender o kit, que é composto por um canudo, uma escova para a limpeza e uma embalagem de tecido, por R$ 20. Esse valor cobre o custo e ainda gera um excedente que utilizamos para financiar outras campanhas sociais do nosso Rotaract”. Lançado há um mês, o primeiro lote dos canudos de alumínio já está esgotado. “Ficamos surpresos e muito satisfeitos com o resultado dessa campanha e com a adesão das pessoas ao projeto. Esse debate tem sido importante para chamarmos a atenção para a proteção do meio ambiente”, completou Cristofer.

Para Alex, a iniciativa representa um passo essencial para que a lei municipal fomente ideias sobre o cuidado com o meio ambiente. “Quando propomos esta lei queríamos fazer um debate sobre a necessidade de mudarmos os hábitos de consumo em prol do meio ambiente. Reduzir o uso de canudos plásticos é uma forma de garantir a redução do uso de plástico em nosso dia a dia. Este projeto do Rotaract é fundamental, porque mostra na prática como é possível ter alternativas sustentáveis que evitem a degradação ambiental”, salientou.

Com previsão de entrar em vigor ainda no primeiro semestre deste ano, a lei dos canudos já vem sendo aplicada em restaurantes e bares. “Mesmo antes do início do prazo para vigorar, diversos locais já estavam propondo a substituição dos canudos plásticos por outros ou informando os consumidores a respeito do assunto”, argumentou Alex.

 

Foto: Divulgação/Cristian Puhl - Gab. Ver. Alex Necker