Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

GRANDE EXPEDIENTE

Leandro quer inclusão digital na zona rural

Cultura, saúde e inclusão digital foram os principais temas abordados pelo vereador Leandro Rosso (PRB) no Grande Expediente desta segunda-feira (8), na Câmara de Vereadores. Entre as preocupações do vereador, está a inclusão digital dos moradores do interior de Passo Fundo. O parlamentar busca caminhos e projetos para que seja viabilizada a internet por meio de fibra óptica na área rural.

Segundo o vereador, além dos moradores de uma forma em geral, existem empresas familiares, grandes produtores e escolas que necessitam de internet de qualidade. “No caso de empresários, precisam de internet para emissão de nota fiscal, atualização de software dos equipamentos, contato mais ágil com os clientes, entre outros. Sem dúvida, é uma ótima oportunidade de mobilizar a juventude e chamar sua atenção para importância fundamental dos trabalhadores no campo, compartilhar conteúdo, e divulgar o que acontece em nossas comunidades e dentro das nossas organizações sociais”, salientou.

O parlamentar lembrou que alguns lugares já contam com internet, mas de baixa velocidade. Sendo assim, a fibra óptica é a melhor opção, pois proporciona velocidade, alta qualidade e melhor desempenho.  Existe um termo de adesão assinado pelo prefeito Luciano Azevedo para participar do programa chamado Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão (GESAC), que fornece internet para telecentros, escolas e bibliotecas públicas, pontos de inclusão digital e demais espaços públicos localizados prioritariamente em áreas rurais, remotas ou urbanas. O convênio seria celebrado entre prefeitura e União, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Em reunião com o presidente do Conselho do Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), Ari Rosso, e com o gerente regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Oriberto Adami, o parlamentar conheceu o projeto da Cooperativa de crédito para viabilizar o programa junto com outros empresários. Seriam beneficiadas as comunidades de Bela Vista, Bom Recreio, Pulador, Santo Antão, São João da Bela Vista, Sede Independência, Santo Antônio do Capinzal e São Roque.  

O vereador confirmou a busca de amparo em outras esferas para viabilizar a proposição. “No próximo dia 20, estarei com o deputado federal Carlos Gomes quando vou entregar em mãos essa proposta, pedindo o seu apoio para a liberação desse projeto que vai beneficiar inúmeras famílias e empreendedores rurais”, garantiu.

Legislação para idosos

Leandro falou ainda de um Projeto de Lei de sua autoria que está tramitando na Casa. A matéria trata da fixação de cartaz para alertar sobre a preferência no atendimento às pessoas acima de 80 anos, sobre os demais idosos, exceto em caso de emergência.

A lei ficaria visível em hospitais e unidades de saúde do município para chamar a atenção da população e também dos servidores públicos, garantindo o seu cumprimento.  “A necessidade do projeto veio através de uma conversa com amigos e pessoas da comunidade, que me relataram as dificuldades que têm enfrentado em hospitais, Cais e outros locais públicos. Vários deles estão com idade avançada, e já chegaram a ficar quatro horas em filas de espera. Isso é inadmissível! ”, desabafou o parlamentar.

Leandro ressaltou também que esse desrespeito vem sendo observado apenas na área da saúde, já em locais como agências bancárias e lotéricas, a preferência dos idosos vem sendo cumprida.

Gabinete da Leitura

Na última quinta-feira foi realizada a 12ª edição do Gabinete da Leitura, com uma proposta diferente, voltada para distribuir livros de autoajuda, de religião e ligados à espiritualidade. Foram doados oitenta livros ao espaço de convivência do Hospital Municipal Dr. Cesar Santos. O objetivo é incentivar a leitura e também trazer um pouco de conforto espiritual aos pacientes. Com essa ação, o número de livros doados pela comunidade e entregues pelo gabinete já chegou a 1.280 unidades desde o início do projeto.

A ação foi elogiada pela direção do hospital. “Saúde, nós entendemos que é muito mais do que não ter doença, saúde é estar bem de espírito, de alma, com a cabeça tranquila. E essa leitura vai possibilitar isso aos pacientes que estão no hospital, é um complemento a todos os serviços que são prestados no Hospital Municipal”, reforçou o diretor Róger Teixeira Borges. 

Leandro também ouviu as demandas da instituição, como a necessidade de aquisição de um aparelho de ultrassom. “Vou solicitar ao deputado Carlos Gomes uma emenda parlamentar para compra do equipamento e também para outras pequenas necessidades que contribuirão para um melhor atender a população”, endossou o parlamentar.

Foto: Comunicação Social/Câmara de Vereadores