Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

SAÚDE

Rastreamento do câncer em recém-nascidos é debatido na Câmara

Na manhã desta quarta (10), o Plenarinho da Casa Legislativa recebeu a reunião da Comissão de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos (CCCDH), para debater sobre novas abordagens no tratamento de câncer no município. O encontro, coordenado pelo presidente da Comissão, vereador Saul Spinelli (PSB), reuniu diversas entidades interessadas e envolvidas em seu acolhimento e tratamento na cidade. 

A proposta acolhida e debatida na reunião foi sobre a organização do I Fórum de discussão para Políticas Públicas de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer, que terá como palestrante o médico e pesquisador do Hospital Pequeno Príncipe de Curitiba/PR, Dr. Bonald Cavalcante de Figueiredo, ligado à fundação Rei Pelé. O fórum debaterá com a comunidade médica, hospitalar, acadêmica e com toda a rede de atenção às pessoas com câncer e seus familiares, vários assuntos relacionados ao seu tratamento e também, a possibilidade de implementação do rastreamento da doença em recém-nascidos através do teste do pezinho, chamado P53.

O câncer pode ter causas genéticas, que podem ser identificadas através da mutação chamada de P53, evidenciando um risco aumentado para o desenvolvimento da doença. O teste genético que identifica a mutação do gene pode ser feito já no teste do pezinho, uma vez que 0,3% da população do sul do Brasil apresenta a incidência dessa mutação, se faz necessária essa busca por informações da doença já nos primeiros dias de vida.

Aos moldes da cidade de Curitiba, que há alguns anos já realiza o teste genético junto ao teste do pezinho, em parceria com a Fundação Rei Pelé, nossa cidade também pode ser comtemplada. Isso porque o grupo que realiza este teste mostrou disposição em ampliar os trabalhos de identificação desta mutação (P53) em recém-nascidos no município, que somam em torno de cinco mil nascimentos anuais.

No grupo de trabalho disposto a organizar e formatar o Fórum estão entidades como: Câmara Municipal de Vereadores, Secretaria Municipal de Saúde, Coordenadoria Regional de Saúde, Conselho Municipal de Saúde, Ministério Público, através das promotoras Drª Ana Cristina Ferrareze e também a Drª Clarissa Ammélia Simões Machado. Outras instituições envolvidas são o Instituto do Câncer do HSVP, Hospital de Clínicas, Hemopasso, Hospital Beneficente Dr. César Santos, Prontoclínica, Universidade de Passo Fundo (UPF), IMED, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Faculdade Anhanguera, Faculdade João Paulo II, Faculdade Ideau, e outras que irão compor a equipe de trabalho no desenvolvimento das atividades no decorrer da produção do evento.

Foto: Comunicação Social / Câmara Municipal