Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

SESSÃO PLENÁRIA

Sessões retornam aos dias e horários habituais

Após um período de adaptação, realizando as Sessões Plenárias em dias e horários diferenciados e, em sua maioria, de forma online, a Câmara de Vereadores retomou os dias e horários habituais, que são as segundas e quartas-feiras, às 15h, de forma presencial, mas respeitando todos os protocolos de saúde e sem a presença de público.

Nessa segunda (5), os vereadores se reuniram para dar encaminhamento a inúmeras matérias que ingressaram na Agenda Legislativa. No total, 55 novas proposições foram protocoladas, entre Indicações, Moções, Pedidos de Informação e Pedidos de Providência. Na pauta, outros cinco novos projetos de lei entraram em discussão.

Na Ordem do Dia foi apreciada, votada e aprovada a Moção nº 9/2021, de autoria do vereador Altamir dos Santos (CIDADANIA), em apoio aos empresários de Passo Fundo, cujas as atividades são definidas como "não essenciais" pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul e não contemplados pelo sistema de cogestão Municipal. Conforme sua justificativa, a Moção foi motivada pelas dificuldades que muitos empresários estão enfrentando nesse período de pandemia, alguns tendo que fechar suas portas de forma permanente, ocasionando inúmeros desempregos. Neste sentido, de acordo com o vereador Altamir, o objetivo é unir esforços e buscar soluções, junto aos órgãos competentes, em relação às restrições impostas pela bandeira preta, em apoio, especialmente, aos empreendedores dos ramos e serviços de higiene e alojamento de animais domésticos (pet shop), serviços de higiene pessoal (cabeleireiro, barbeiro e estéticas), serviços de higiene automotivo (Lavagem veicular) e serviços de educação física (academias, centros de treinamento, estúdios e similares), que se encontram fechados, sem o direito de executar suas atividades laborais, para muitos, sua única fonte de renda familiar.

Grande Expediente

O Grande Expediente desta tarde teve como Orador, o vereador Alberi Grando (MDB), que usou seu espaço para falar sobre a epidemia da Covid-19. O parlamentar, que também é médico, realizou uma ampla apresentação sobre o coronavírus, trazendo números importantes desde o início da epidemia, em março do ano passando, mostrando a evolução do vírus no Brasil e no mundo, assim como os tratamentos que vem sendo utilizados e a vacinação.

Para Alberi, os vereadores exercem uma liderança que motiva as pessoas e, por essa razão, quando possuem conhecimento sobre algum tema importante, os mesmos têm a obrigação de trazer ao conhecimento das pessoas. “Como profissional médico e, principalmente, percebendo que há um grande desencontro de informações sobre a doença, entendi que seria muito importante compartilhar essas informações com os colegas vereadores e com a comunidade que acompanha as nossas Sessões Plenárias através das redes sociais da Câmara”, citou.

O vereador destacou sua preocupação com a quantidade de pessoas opinando sobre a doença, especialmente sobre os tratamentos, o que, inclusive, atrapalha o trabalho dos médicos que estão se dedicando de forma incansável para descobrir um tratamento adequado. “Seria importante que as pessoas parassem de palpitar sobre os tratamentos adequados ou não, pois esse é um ato exclusivo do profissional médico”, reforçou.

Alberi também salientou sobre a responsabilidade dos profissionais médicos que estão nessa corrida contra o tempo, em busca dos melhores métodos a serem adotados, lembrando que o Conselho Federal de Medicina dá autonomia e o direito ao médico para receitar o que ele entender ser mais adequado para a situação em que se encontra o paciente, mas em contrapartida, o profissional tem o dever de responder judicialmente se fizer algo que traga alguma lesão, dano ou disfunção em virtude do uso inadequado ou desconforme dos fármacos adotados em qualquer tratamento receitado ao paciente.

Arte: Comunicação/CMPF

 

Galeria de fotos