Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

HISTÓRIA

Ivo Ferrão foi marcante por sua atuação voltada ao bem-estar social

A série “Revivendo Passo Fundo” relembra nesta semana a trajetória do industriário e ex-vereador Ivo Francisco Ferrão. Além de ter sido parlamentar do município por quatro mandatos, ele marcou por ser uma figura muito atuante em diversos segmentos da sociedade, pautando sua carreira política em ações e projetos voltados ao bem-estar social e desenvolvimento da cidade.

Ivo Francisco Ferrão nasceu na cidade de Campos Novos (SC), em 12 de janeiro de 1931. Ele veio com sua família para Passo Fundo no ano de 1940, quando adquiriram uma pequena propriedade rural no Distrito de São Roque. Ali ele e sua família firmaram residência e seu sustento no município nos primeiros anos.

Logo em 1950, deu início a sua caminhada profissional no ramo dos frigoríficos, que foi um setor que impulsionou a economia e o desenvolvimento de Passo Fundo a partir desse período. Ivo trabalhou primeiro no Frigorífico Z. D. Costi, até 1955, quando passou a ser colaborador das Indústrias Reunidas Planaltina. Ele permaneceu nessa empresa por 22 anos, tendo ocupado o cargo de capataz por 16 anos, devido a sua conduta profissional e espírito de liderança.

O destaque obtido por estes e outros atributos, lhe concedeu o título de Operário Padrão de Passo Fundo em 1972. A chancela se deu por votação através de concurso realizado pelo serviço Social da Indústria (SESI), devido a sua participação constante e ativa na comunidade. Salientou-se em Ivo fatores como estar sempre preocupado com os mais necessitados, pela sua assiduidade, responsabilidade, liderança e companheirismo no trabalho. Sobretudo, ressalta-se em sua trajetória profissional um ato de bravura ao ter arriscado sua vida para salvar a vida de dois colegas de trabalho. No entanto, um tempo depois, acabou perdendo a comenda de Operário Padrão Nacional, porque teve dez (10) pontos descontados, tendo em vista o fato de não ter servido o Exército.

Durante sua trajetória profissional, Ivo Ferrão foi obtendo destaque por atuações em vários segmentos da comunidade passo-fundense. Ele foi reconhecido por ser muito dedicado ao trabalho comunitário, em especial, a ações voltadas às pessoas mais necessitadas. Dentre as diversas funções exercidas em caráter social, ele foi membro da diretoria do Círculo Operário Passo-Fundense; delegado da Diretoria do Sindicato da Alimentação e presidente do Círculo de Pais e Mestres da Escola Jerônimo Coelho; foi membro por 16 anos da Diretoria da Igreja São Cristóvão, da qual participou ativamente, inclusive, da criação e construção da Paróquia.

Ivo também foi o fundador e presidente do conselho do CTG Dom Luís Felipe de Nadal e membro do conselho fiscal do Clube Recreativo Industrial. Além disso, ainda foi membro da diretoria do CTG União Campeira, bem como presidente do conselho do Círculo de Pais da Escola Monteiro Lobato.

Com tamanho prestígio e respeito perante à comunidade, Ivo Ferrão teve importante participação no processo de criação e na fundação do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) em Passo Fundo. Em 1976, participou pela primeira vez das eleições municipais para a Câmara Municipal, sendo eleito pela legenda com 1.025 votos, sendo o quinto vereador mais votado. Neste seu primeiro mandato, foi líder de bancada, 2º Secretário da Câmara no biênio 1979/1981 e 1º Secretário no biênio 1981/1983. Também foi membro titular da Comissão de Orçamento e Tomada de Contas. Durante esse período, com a abertura promovida pelo enfraquecimento do regime militar, e a volta do pluripartidarismo em 1980, Ivo optou pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Em 15 de novembro de 1982, foi realizado novo pleito municipal, com Ivo Ferrão concorrendo a uma cadeira no Parlamento Municipal e sendo o segundo vereador mais votado com 1.698 votos. Em seu segundo mandato, foi Presidente da Comissão de Obras Públicas e Nomenclatura de Ruas, membro titular da Comissão de Orçamento e Tomada de Contas, além de Líder de Bancada.

Um fato de destaque em sua trajetória política foi ter obtido o prêmio de “Vereador Destaque” do ano, em 1985, sendo eleito por representantes da imprensa local. Durante seu período como parlamentar, foi autor de diversos Projetos de Lei voltados para a área social, como a criação do 2º Grau (Ensino Médio) na Escola Estadual Monteiro Lobato da Vila Planaltina, a ampliação de salas de aula da Escola Estadual Jerônimo Coelho, no Bairro São Cristóvão, além da suspensão do uso obrigatório de gravata pelos motoristas e cobradores do transporte coletivo urbano de Passo Fundo.

Ele foi autor de proposições como declarações de utilidade pública a várias entidades sociais, também Indicações pedindo melhorias para vários bairros e vilas, abertura de várias ruas e extensão de linhas de ônibus. Além disso, protocolou Pedidos de Providências solicitando a abertura de estradas e construção de pontes no interior. Com sua atuação, Ivo serviu de contato entre o povo, secretários e prefeito, tentando com isso agilizar encaminhamentos ou solucionar inúmeros problemas.

Mesmo com números menores, Ivo Ferrão obteve sucesso em eleições seguintes, sendo vereador titular nas duas legislaturas seguintes (1989-1992 e 1993-1996). Ele foi presidente da Comissão de Obras Públicas e Nomenclatura de Ruas, membro titular da Comissão de Educação e Bem-Estar Social, além de ser Presidente da Comissão que analisou e deu parecer favorável ao Plano Diretor de Passo Fundo.

Ainda como funções de destaque na sua vida política, Ivo Ferrão foi tesoureiro do Fundo de Previdência da Câmara por quatro anos até a sua extinção. Também foi membro do Conselho de Curador da Universidade de Passo Fundo (UPF) durante dois anos e foi membro atuante na criação do Distrito de Bom Recreio. Ao todo, ele foi Líder da Bancada do PMDB por um total de dez anos, foi Líder do Governo no mandato do prefeito Osvaldo Gomes por quatro anos, além de ter sido Presidente do PMDB.

Como resultado de seu respaldo por sua trajetória política e social, Ivo Ferrão recebeu a comenda de “Cidadão Honorário de Passo Fundo” em 2001. No ano seguinte, ele recebeu o título de “Vereador Emérito” do município, passando a integrar a Galeria de Eméritos no Legislativo.

Ivo ainda acumulou funções como ser o fundador e presidente do Grêmio Atlético Planaltina, time da primeira divisão de amadores. Salienta-se que ele atuou, durante 24 anos, como Presidente da Assistência Social Diocesana Leão XIII com mandato gratuito, sendo que também participou do programa de apadrinhamento desenvolvido pela Entidade.

Nos últimos anos, ele esteve mais recluso após tanto protagonismo exercido, com algumas aparições públicas, sempre mantendo sua retidão. Porém, no dia 7 de janeiro de 2020, faleceu no Hospital de Clínicas de Passo Fundo, aos 88 anos. Ivo Francisco Ferrão deixou a esposa, com quem foi casado por 65 anos, e mais cinco filhos.

Arte: Comunicação / CMPF