Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

SESSÃO PLENÁRIA

Vereadores apreciam projetos sobre saúde pública

A Câmara de Vereadores realizou nesta segunda-feira (3) mais uma Sessão Plenária Ordinária, para tratar de pautas que tramitam no Legislativo. Na oportunidade, foram inúmeros os assuntos debatidos, entre eles, 29 proposições, como Indicações, Pedidos de Providências e Pedidos de Informações, além de três Projetos de lei (PL).

Na pauta, os vereadores apreciaram o PL nº 37/2021, de autoria do vereador Altamir da Silva dos Santos (CIDADANIA), que trata sobre a distribuição por parte da Municipalidade, de um Kit higiene, para os alunos da rede pública Municipal, como mais uma ferramenta de combate e prevenção a disseminação do COVID-19 em Passo Fundo. De acordo com o projeto, a medida se torna obrigatória, em caso de voltas às aulas presenciais. O kit deve ser composto de máscaras reutilizáveis, sabonete líquido, toalha de mão, além de um spray nasal para ajudar a evitar o ressecamento da mucosa nasal, causado pelo constante uso de máscara. Conforme sua justificativa, a proposta busca auxiliar o retorno às aulas presenciais, reforçando os cuidados de higiene entre as crianças e adolescentes da rede pública de ensino, ajudando na prevenção contra o vírus, uma vez que os menores ainda não são contemplados pelo plano nacional de vacinação e imunização. A matéria lembra ainda que, por se tratar da rede pública, muitos pais não possuem condições de manter um padrão de cuidados higiênicos mais específicos, seja pela falta de recursos pessoais, seja pela falta de informação adequada, ou por ambas, e por essa razão, o kit se torna de vital importância, trazendo um benefício real não apenas aos alunos, mas para os demais membros destas famílias mais fragilizadas.

Os parlamentares ainda deram encaminhamentos a dois PL de autoria do Executivo Municipal, nº 38 e 39/2021, que tramitam em Regime de Urgência, que versam sobre contratação de médicos e profissionais na área de farmácia bioquímica e industrial para atender necessidade iminente do Hospital Beneficente Dr. César Santos. Conforme informações da direção do hospital, citadas na matéria, não existem mais profissionais médicos a serem chamados aprovados no processo seletivo realizado anteriormente e a instituição funciona diariamente, com Pronto Atendimento de 24 horas, razão pela qual não há como ficar sem médicos para prestar o atendimento. Em relação aos profissionais de farmácia bioquímica e industrial, segundo o texto, não há concurso público válido para nomear candidatos nestes cargos públicos.

Foto: Comunicação/CMPF