Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

NOTÍCIA

HISTÓRIA

Ivo José Ferreira foi presidente do último Conselho Municipal

A série “Revivendo Passo Fundo” consiste na recuperação de pessoas que participaram da construção da história do município. O personagem desta semana é o comerciante, líder comunitário, desportista, farmacêutico e ex-vereador Ivo José Ferreira. Ele foi parlamentar no município por dois mandatos sendo presidente do último Conselho Municipal, antes da mudança para Câmara Municipal, além de ser conhecido como proprietário de uma tradicional farmácia e contribuído para a saúde e o progresso da cidade. Como reconhecimento, uma das unidades de saúde do município e uma galeria levam seu nome.

Ivo José Ferreira nasceu em Uruguaiana (RS) no dia 3 de março de 1889, filho de José Joaquim Ferreira e Antônia Ferreira. Sua família, tão logo fixou residência na área de Passo Fundo, já começou a construir e sedimentar seu espaço. Ivo acabou seguindo esse caminho ainda muito jovem.

Com Passo Fundo em expansão tanto em área urbana quanto em população, ela também vai sendo incluída no quesito formação de clubes e entidades. Com a sociedade em crescimento, vão se formando as primeiras agremiações. Ivo participa da formação e fundação do primeiro clube de futebol da cidade que se tem registro, o União Sport Clube, cuja data oficial de criação é 27 de abril de 1913. Ele se destacou por, além de promover o esporte, também realizar conferências literárias, jogos de salão e outras atividades culturais durante seu curto tempo de existência. O local onde o grupo fundador se reunia era onde atualmente é instalado o Instituto Educacional (IE), no bairro Boqueirão. Ivo integrou a primeira diretoria do clube como 2º Secretário. O União esteve ativo até 1916 quando se fundiu com o Club Commercial Passo Fundense, formando o União Commercial.

Ivo se estabeleceu na cidade também como comerciante quando entrou de sócio da Farmácia Rosa, cujo proprietário era Theodorico Borges da Rosa. Seu desempenho e a experiência adquirida o induziram a abrir seu próprio negócio tempos depois, já no centro de Passo Fundo. Ele se notabilizou no setor do comércio quando abriu a Farmácia Serrana, na Rua Independência, em meados da década de 1920. Ele acabou se destacando por contribuir para o desenvolvimento do município, não apenas pelo sucesso de seu estabelecimento, mas pelo trato oferecido em todos os aspectos. Segundo registros, a parte externa de sua farmácia contava com lajotas na calçada para pedestres, o que era raridade na época, uma vez que o transporte era feito basicamente a cavalo. Isso simbolizou sua confiança no progresso e crescimento de Passo Fundo.

Ainda constam relatos que dão conta do calçamento da rua Independência, também nos anos 1920, na parte que inclui a praça Marechal Floriano, ser de sua responsabilidade e autoria. Esse teria sido o primeiro ato deste tipo no centro da cidade. Essa ação também representou um considerável avanço no desenvolvimento do município.

Seu protagonismo e sua ascendência na comunidade, que já vinha sendo moldada anos antes, o levou a concorrer a uma cadeira no Parlamento Municipal e acabar eleito. Ele foi Conselheiro Municipal, pois na época havia o Conselho Municipal, instituído após a proclamação da república, em 1889. Ele cumpriu seu mandato entre 1920 e 1924, se destacando perante a comunidade e obtendo ainda mais protagonismo, tanto como figura do comércio quanto homem público.

Após um hiato como figura pública de quatro anos, Ivo concorreu novamente nas eleições de 1928 e foi conduzido novamente a Conselheiro em Passo Fundo. Como foi o mais votado, ele se consagrou presidente do Conselho Municipal e trouxe grande contribuição para o município, conciliando seu lado empreendedor com o de figura pública.

Por infortúnio seu, e do âmbito legislativo como um todo, veio a chamada “Revolução de 1930”, liderada por Getúlio Vargas, que culminou no dissolvimento das Câmaras Municipais. Deste modo, Ivo teve seu mandato finalizado sumariamente. Mesmo assim, ele manteve intacta sua imagem de pessoa que colaborou para o progresso e desenvolvimento do município, seguindo com a administração de sua Farmácia Serrana. No final desta década, mais precisamente em 20 de julho de 1939, ele foi um dos fundadores do Rotary Club Passo Fundo.

Ivo José Ferreira tocou seu empreendimento até o final de sua vida. Foi casado com Hodorina dos Santos Vaz e teve quatro filhos. Ele faleceu em Passo Fundo no dia 3 de maio de 1969. Uma galeria no centro da cidade leva seu nome, que ainda contém um busto em sua memória. Também ganhou homenagem póstuma com seu nome denominado à UBS localizada no bairro Bom Jesus.

Arte: Comunicação Digital / CMPF