Saltar o Menu
Logo Camara
Selo 2015

Câmara de Vereadores de Passo Fundo/RS

VEREADOR EMÉRITO

Foto: Ivo Ferrão - Vereador Emérito

Ivo Ferrão - Vereador Emérito

IVO FRANCISCO FERRÃO - Vereador na 8ª Legislatura, 31/01/1977 a 31/01/1983; Vereador na 9ª Legislatura, 31/01/1983 a 31/01/1989; Vereador na 10ª Legislatura, 31/01/1989 a 31/12/1992; Vereador na 11ª Legislatura, 01/01/1993 a 31/12/1996.


Ivo Francisco Ferrão nasceu na cidade de Campos Novos, no Estado de Santa Catarina, em 12 de Janeiro de 1931. Veio com sua família para Passo Fundo em 1940, adquirindo na época uma pequena propriedade rural no Distrito de São Roque. Em 1950 iniciou sua jornada profissional, primeiramente no Frigorífico Z. D. Costi, e em 1955 nas Indústrias Reunidas Planaltina, onde permaneceu por 22 anos, ocupando o cargo de capataz pelo período de 16 anos devido a sua conduta profissional e espírito de liderança, só se desligando quando assumiu o cargo de Vereador na Câmara Municipal de Passo Fundo.


Dedicou-se ao trabalho comunitário, principalmente àqueles voltados aos mais necessitados, foi Membro da Diretoria do Círculo Operário Passo-Fundense, Delegado da Diretoria do Sindicato da Alimentação e Presidente do Círculo de Pais e Mestres da Escola Jerônimo Coelho, foi membro por 16 anos da Diretoria da Igreja São Cristóvão, da qual participou ativamente, inclusive, da criação e construção da Paróquia. Fundador e Presidente do Conselho do CTG Dom Luís Felipe de Nadal, também foi Membro do Conselho Fiscal do Clube Recreativo Industrial, além de Membro da Diretoria do CTG União Campeira, bem como Presidente do Conselho do Círculo de Pais da Escola Monteiro Lobato.


Fundador e Presidente do Grêmio Atlético Planaltina, time da primeira divisão de amadores. Atuou, durante 24 anos, como Presidente da Assistência Social Diocesana Leão XIII com mandato gratuito, sendo que também participou do programa de apadrinhamento desenvolvido pela Entidade.


Em 1972 foi eleito Operário Padrão de Passo Fundo, através de concurso realizado pelo SESI, devido a sua participação constante e ativa na comunidade, sempre preocupado com os mais necessitados, pela sua assiduidade, responsabilidade, liderança e companheirismo no trabalho, mas, sobretudo, pelo ato de bravura ao ter arriscado sua vida para salvar a vida de dois colegas de trabalho. Perdeu o título de Operário Padrão Nacional, pois teve 10 pontos descontados, tendo em vista o fato de não ter servido o exército.


Participou ativamente do Partido Trabalhista Brasileiro até sua extinção, também participou do processo de criação em Passo Fundo do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), sendo que após sua extinção participou na criação do PMDB. Em 1976 foi convidado a concorrer a Vereador pelo MDB, sendo eleito com 1.025 votos, sendo o quinto Vereador mais votado. Reelegeu-se com 1.698 votos, e assim sucessivamente, permanecendo por vinte anos na Câmara de Vereadores, prestando serviço a Passo Fundo e as pessoas mais necessitadas.


Assumiu como Vereador no dia 1º de janeiro de 1977 (tinha 22 anos) permanecendo até o dia 31 de dezembro de 1996. Foi 2º Secretário da Mesa Diretora durante dois anos, após, foi 1º Secretário por dois anos; também foi presidente de várias Comissões Permanentes, sendo que participou da Comissão de Obras Públicas e Nomenclatura de Ruas (COPNR) por dez anos. Foi tesoureiro do Fundo de Previdência da Câmara por quatro anos até a sua extinção. Membro do Conselho de Curador da Universidade de Passo Fundo durante dois anos, também foi Líder da Bancada do PMDB durante dez anos, Líder do Governo Osvaldo Gomes por quatro anos, além de ter sido Presidente do PMDB.


Em 1985 foi eleito pela imprensa de Passo Fundo Vereador Destaque do ano. Autor de vários Projetos de Lei, todos voltados para a área social, como a criação do 2º Grau na Escola Estadual Monteiro Lobato da Vila Planaltina, ampliação de salas de aula da Escola Estadual Jerônimo Coelho no Bairro São Cristóvão, suspensão do uso obrigatório de gravata pelos motoristas e cobradores do transporte coletivo urbano de Passo Fundo, títulos de cidadão passo-fundense a pessoas que se destacaram em vários segmentos de nossa cidade, declarações de utilidade pública a várias entidades sociais, indicações pedindo melhorias para vários bairros e vilas, abertura de várias ruas e extensão de linhas de ônibus, pedidos de providências solicitando a abertura de estradas e construção de pontes no interior, serviu de contato entre o povo, secretários e prefeito tentando com isso agilizar encaminhamentos ou solucionar inúmeros problemas.


Participou da Comissão Especial de Revisão da Legislação do IPTU, foi Presidente da Comissão que analisou e deu parecer favorável ao Plano Diretor de Passo Fundo, participou da construção da nova escola no Bairro José Alexandre Zachia, denominada de Guaraci Barroso Marinho, fez parte da comissão que analisou a possibilidade de encampar a CORSAN pela prefeitura e junto com os colegas Vereadores visitaram várias cidades nas quais o tratamento da água era feito pela prefeitura, fez parte da comissão que realizou um trabalho onde o Distrito de Sede Independência não integrasse o Município de Marau.


Como Presidente da Comissão de Obras Públicas e Nomenclatura de Ruas (COPNR), participou da criação do Distrito de Bom Recreio e deu nome a várias ruas de nossa cidade, dando prioridade a nomes de pessoas que de alguma forma se destacaram na comunidade ou no desenvolvimento de nosso município. Recebeu no ano de 2001 o título de “Cidadão Honorário de Passo Fundo”, através de Projeto de Resolução de autoria do Vereador Pedro Daneli, aprovado por unanimidade.


Vereador Emérito 2002 – Resolução 024/2002.